Hora no Campo Rep. 18h às 19h


Por: admin

O chefe do exército do Egito, general Abdel Fatah al Sisi, comunicou nesta quarta-feira (03) a saída do presidente do Egito, Mohamed Morsi, pelo fato de ele não ter cumprido com o que se esperava, depois do ultimato de 48 horas que as forças armadas tinham lhe dado, motivo pelo qual foi decidido abrir consultas com representantes das forças nacionais.

Ainda de acordo com al Sisi, agora se inicia um período de transição e, entre os primeiros passos está a suspensão, por hora, da Constituição, que passará por uma revisão. Eleições presidenciais antecipadas serão convocadas dentro do roteiro estipulado pelo exército com as forças do país.

Além disso, será formado um comitê de especialistas para emendar a Constituição, segundo o plano traçado por Al Sisi, que estava rodeado por líderes políticos além do xeque da instituição islâmica de Al-Azhar, Ahmed Tayyip, e o papa copta, Teodoro II.

Também segundo o general, as forças de segurança devem garantir a segurança nas ruas do Egito e, assim, cessar o clima propenso a protestos de oposicionista ao governo de Morsi.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*





Rua Guadalajara, 403 - Centro | Barreiras-Bahia
© Copyright 2013 RB - Rádio Barreiras | Todos os direitos reservados