Por: Athenais

Muitos não sabem, mas assim como na medicina humana, a causa do câncer em pets não tem uma única origem. Sabe-se que alguns fatores podem aumentar as chances das pacientes de terem câncer nas mamas, como poluição, predisposição genética, alimentação errada e até fumaça de cigarro.

Para falar sobre esse assunto a equipe de jornalismo da Rádio Barreiras foi conversar com a médica veterinária Dra. Magda Xavier que ressaltou a importância dos cuidados que os donos de animais domésticos devem ter em relação a essa doença que há pouco tempo era conhecida por uma boa parte da população só em humanos.

Segundo a Dra. Magda o melhor remédio ainda é a prevenção, assim como as pessoas os animais devem sempre fazer exames de rotina e a melhor forma para a prevenção é realizar a castração o mais cedo possível. “Quando é feita antes do primeiro cio, cai para 0,5% a chance de ter tumores de mama. O indicado é fazer até o terceiro cio” comentou a veterinária.

O uso de meios contraceptivos, comumente utilizadas em cadelas e gatas não castradas, aumenta muito a chance de ter esse tipo de doença. “O nódulo é gerado por uma indução hormonal. Esse tipo de medicamento nada mais é do que hormônio. Quanto mais hormônio circulante, maior a predisposição de ter um câncer de mama” alerta a médica.

Os proprietários também podem criar certa rotina de contato e palpação dos pets. “Nos momentos em que o animal estiver relaxado em casa, sempre que possível, deve aproveitar e investigar se há pequenas bolinhas (nódulos) ou algo anormal no animal” afirma a Dra.

Para a especialista é importante que os donos de animais procurem sempre o médico veterinário para exames de rotinas e assim evitar essas e outras doenças em seus bichinhos de estimação.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*





Rua Guadalajara, 403 - Centro | Barreiras-Bahia
© Copyright 2013 RB - Rádio Barreiras | Todos os direitos reservados