Musical RB 13h às 16h


Por: Athenais

Moradores de Barreiras e cidades circunvizinhas, no Oeste da Bahia, estão enfrentando dificuldades para tirar a carteira de identidade na unidade do Serviço de Atendimento ao cidadão (SAC) no município. Segundo eles, a unidade de Barreiras, que emite o documento, não está suportando a demanda do serviço.

Os usuários reclamam que o número de fichas distribuídas por dia não tem atendido a todas as pessoas que precisam tirar identidade ou segunda via do documento. A maioria das pessoas tem passado a noite do lado de fora do estacionamento do SAC-Barreiras, que só é liberado as 03h da madrugada.

 A equipe de jornalismo da Rádio Barreiras chegou as 00h do dia 18 de janeiro para acompanhar esta situação. A equipe seria a oitava a chegar ao local que já tinha pessoas que estavam á espera desde as 17h da quinta-feira (17). Sinvaldo Moreira, do município de Angical era um deles. Ele já estava na segunda tentativa de buscar uma ficha para atendimento, e não tinha certeza se conseguiria. Na primeira vez ele chegou as 04h da madrugada.

A maioria das pessoas que passaram a noite na frente do portão do SAC-Barreiras já estavam no mínimo na segunda tentativa. Patrícia Matias que mora no KM-30, próximo a Barreiras disse que já era a quinta tentativa e que temia não conseguir de novo. “Nas outras vezes, quando chegava minha vez, acabava as fichas e não tinha mais, tenho medo de não conseguir hoje”, afirmou Patrícia.

Por volta das 05h30 da manhã, Dona Rosania, do projeto de irrigação Barreiras Norte, era uma das últimas da fila. Ela buscava tirar a identidade pela primeira vez, mas pela quantidade de gente, Dona Rosania não tinha esperanças de conseguir uma ficha. “Acho que não vou não. Tem muita gente que chegou meia noite e acha que não vai conseguir”, desabafou Rosania.

 Algumas pessoas, mesmo chegando no dia anterior e conseguindo a ficha, enfrentam outros problemas. Um exemplo foi seu Lídio Batista de Angical. Ele relatou ao programa Patrulha-RB que teve problemas com um dos documentos e por falta de dinheiro quase não consegue o atendimento. Seu Lídio contou com a solidariedade de quem o acompanhou durante a madrugada de vigília na porta do SAC. “Falaram que tinha que tirar outra identidade, por que meu registro é de casado e a identidade de solteiro. Eu ia ficar sem tirar, porque não trouxe dinheiro suficiente pra tirar. Agora resolveu porque um amigo me deu o dinheiro para eu pagar”, declarou Lídio.

A produção da Rádio Barreiras entrou em contato com a coordenadoria do SAC-Barreiras. Em nota, a coordenadoria informou que estão sendo distribuídas diariamente 120 senhas. A maioria delas é para a emissão da carteira de identidade que demora em média de 10 a 15 dias para ser entregue depois que todo o protocolo é cumprido.

30% das senhas distribuídas atendem ao público que é considerado prioritário como gestantes, lactantes e pessoas com mais de 60 anos. De acordo com Rafael Corado, coordenador do SAC-Barreiras, existe a possibilidade que para atender a demanda nos primeiros dois meses do ano o SAC atenda também aos sábados.

O SAC admite que a procura, considerada “gigantesca”, não permite que o atendimento seja feito da forma esperada, mas acredita que o problema possa ser resolvido com o “plantão de sábado”.

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*





Rua Guadalajara, 403 - Centro | Barreiras-Bahia
© Copyright 2013 RB - Rádio Barreiras | Todos os direitos reservados