Por: Athenais

Fogo começou a atingir vegetação desde a quarta-feira (25), na cidade de Luís Eduardo Magalhães.

 

O incêndio que atinge a região de preservação ambiental na cidade de Luís Eduardo Magalhães, no oeste da Bahia, já dura uma semana, desde a quarta-feira (25). O fogo começou na localidade de Muriçoca e avançou pela vegetação.

Segundo o Climatempo, foram registrados 64 mm de chuva das 21h da noite de terça-feira (31) até 1h da manhã desta quarta-feira (1º) na cidade. Foi a primeira vez que choveu na região após sete meses.

No entanto, de acordo com a assessoria do Corpo de Bombeiros, só depois que as equipes retornarem do combate vai ser possível saber se a chuva ajudou a apagar o fogo.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, foi atingida a Área de Proteção Ambiental (APA) Bacia do Rio de Janeiro. Os bombeiros militares atuam no combate com apoio de duas aeronaves do programa Bahia Sem Fogo.

O Corpo de Bombeiros ainda não tem levantamento da área que foi destruída pelo fogo. As causas do incêndio ainda são investigadas. Segundo o Corpo de Bombeiros, há indícios de que o fogo foi causado por uma queima em um terreno, que teria perdido o controle.

Início do fogo

Agricultores e fazendeiros da região informaram que o fogo se alastrou rapidamente com o vento. Eles também dizem que a suspeita é de que o incêndio tenha sido iniciado com o trabalho de limpeza de um terreno feito por um morador do local.

 As chamas tiveram início por volta das 11h da quarta-feira passada. Reservas ambientais de quatro fazendas da região foram atingidas, sendo que alguns focos estão em áreas de difícil acesso. Na semana passada, os fazendeiros dizem que a área destruída pelo fogo já chega a 5 quilômetros de extensão.
Fonte: G1

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*





Rua Guadalajara, 403 - Centro | Barreiras-Bahia
© Copyright 2013 RB - Rádio Barreiras | Todos os direitos reservados