Arquivo Musical 21h às 23h


Por: Athenais

O Conselho Nacional de Trânsito aprovou a criação da carteira de habilitação, que começará a valer em fevereiro de 2018 e terá o mesmo valor do documento impresso. Em entrevista á equipe de jornalismo da Radio Barreiras desta segunda-feira (23), o diretor da 10° CIRETRAN em Barreiras, Pedro Antônio (Pêu), explicou como será a implantação da novidade.

“A carteira digital vem para desburocratizar o que acontece hoje. (…) Com a carteira eletrônica você terá a possibilidade de circular em qualquer lugar do país”, disse Pêu, explicando que a medida ajuda em casos de perda ou extravio do documento impresso. Ele lembra que hoje é necessário registrar um boletim de ocorrência em caso de furto ou roubo, mas o registro da denúncia da polícia não elimina a necessidade da carteira nacional de habilitação.

Na entrevista para a Rádio RB, o diretor adiantou que qualquer usuário que já tenha a carteira impressa terá a opção do documento em versão digital, que passará por testes após o desenvolvimento de um aplicativo próprio.

Ainda segundo Pêu, o motorista não é obrigado a ter o certificado digital mesmo depois da data de lançamento em fevereiro de 2018. Más dirigir sem o documento impresso pode implicar em três pontos na carteira, multa de R$ 88,38 e apreensão do veículo.

O diretor afirmou que ainda não tem nenhuma definição sobre cobrança do documento digital. E se futuramente houver cobrança de possíveis taxas para emissão da CNH digital ficará a cargo dos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans). “São eles que determinam atualmente os valores das taxas da CNH impressa, que variam de estado para estado”. Disse Antônio Pedro.

 

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*





Rua Guadalajara, 403 - Centro | Barreiras-Bahia
© Copyright 2013 RB - Rádio Barreiras | Todos os direitos reservados