Patrulha RB/1ª Ed. 06h30 às 08h30


Por: Athenais

A expectativa da Associação dos Comerciantes de Fogos de Artifício é a de que passem pelo local, em dias normais, até 800 pessoas por dia

Por Yuri Abreu

Faltando 11 dias para o São João, uma das tradições é, sem dúvida, soltar fogos. Seja para os pequenos, com os chamados traques de massa, quanto para os maiores, com os tiros de canhão, ninguém quer ficar de fora das brincadeiras entre família e amigos nesta época. Em Salvador, um dos principais pontos de venda desse tipo de produto é uma feira que está, pelo segundo ano seguido, na Alameda das Praias, em Stella Mares, com preços de produtos partindo dos R$ 15.

No local, ao todo, são 14 armazéns que vão funcionar, de segunda a domingo, entre às 8h e às 22h. Com a Copa do Mundo, na Rússia, os permissionários vão esticar um pouco mais a estadia. Se antes, a permanência era apenas durante o período junino, chegando até o dia 2 de julho (Independência da Bahia), o Mundial também virou esperança de lucro para os que trabalham no local. A torcida por lá, claro, é a de que a Seleção Brasileira chegue até a decisão do torneio, no dia 15 de julho.

De acordo com o presidente da Associação dos Comerciantes de Fogos de Artifício, Felipe Barbosa, a expectativa é a de que passem pelo local, em dias normais, até 800 pessoas por dia. Mas, com a proximidade do São João, a partir do dia 20, a tendência é a de que esse número chegue a 5 mil, diariamente. “A gente espera, graças também a Copa do Mundo, que a gente consiga vender a mesma quantidade que no ano passado. Enquanto tiver Seleção na Copa, estaremos aqui”, afirmou.

Confusão

Mas, de acordo com Barbosa, o espaço já era pra estar aberto aos visitantes desde o último dia 8. Informações iniciais deram conta de que o proprietário do terreno estaria com problemas junto à Prefeitura por conta de débitos do IPTU, o que poderia inviabilizar a abertura do espaço. Contudo, em contato com a reportagem da TB, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur), informou que a questão em si já “foi superada”.

De acordo com um funcionário do local, que preferiu o anonimato, o prejuízo seria superior a R$ 12 mil, por conta dos dias fechados. Mas, de acordo com a Sedur, o espaço só poderia operar após a liberação da licença por parte da secretaria.

“Eles estiveram aqui hoje [ontem] e disseram que estava tudo ok. Caso já tenhamos a licença, amanhã [hoje] já abriremos ao público”, explicou Barbosa. Já conforme o órgão, o processo de licenciamento ainda está em andamento devido ao pagamento de taxa complementar de publicidade, o que foi efetuado ontem.

“A Associação já fez o pagamento, e a Sedur aguarda apenas a compensação bancária para emitir a Autorização Especial de Funcionamento, que deverá ser liberada na manhã desta quarta-feira. A Sedur destaca que a Autorização Especial de Funcionamento da Secretaria está condicionada à obtenção do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros) e da apresentação do Laudo da Perícia Técnica emitido pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT)”, informou a assessoria de comunicação da Sedur.

Fonte: Tribuna da Bahia

0 Comentários

Deixe o seu comentário!

*





Rua Guadalajara, 403 - Centro | Barreiras-Bahia
© Copyright 2013 RB - Rádio Barreiras | Todos os direitos reservados