27 outubro/2015
Por: admin

O GP dos EUA no Circuito das Américas, em Austin, no último domingo, foi recheado de emoções para os amantes da categoria mais famosa da velocidade. No sábado a chuva forte levou o delegado da FIA a transferir a classificação do grid de largada para domingo de manhã. As duas “flechas de prata” da Mercedes largaram na primeira fila, com Nico Rosberg na pole position e o companheiro de equipe, Lewis Hamilton, que tinha chances de conquistar o título, em segundo.

Com uma corrida cheia de alternativas e uma falha bizarra de Rosberg, o britânico da Mercedes sagrou-se tricampeão mundial de Fórmula 1. Com o título da temporada, Hamilton se junta a Ayrton Senna, Nelson Piquet e cia. em seleto “Clube dos Tri”. Campeão em 2008, 2014 e agora 2015, astro britânico se junta a outras lendas tricampeãs da Fórmula 1.

Após mais um título, Hamilton tira elogios de ícones da categoria como Niki Lauda, responsável por contratá-lo quando estava na McLaren, em 2012: “é um piloto completo”. Para Bernie Ecclestone, chefão da Fórmula 1, “quem pode contestar o título de Lewis? É o melhor piloto do campeonato. Venceu o melhor”. O tetra mundial e vice-líder da temporada 2015, Sebastian Vettel, da Ferrari, declarou que “Lewis fez um grande trabalho, aproveitou muito bem o excelente equipamento que tem. Venceu o título com méritos. Foi o melhor do ano”.

Foram dez vitórias e 11 poles de Lewis Hamilton em 16 etapas na temporada 2015 de Fórmula 1. O tricampeonato veio de forma antecipada, com mais uma grande atuação do britânico que agora é tri como Ayrton Senna, seu herói da infância. Nome mais forte na Fórmula 1 atual, Lewis Hamilton já havia superado algumas marcas importantes de Senna, como o número de pódios (84 do inglês, contra 80 do brasileiro) e a quantidade de melhores voltas (26 contra 19).

Apesar de faltarem três etapas para fechar a temporada 2015 da Fórmula 1, o campeonato está definido. Resta a Hamilton correr para quebrar outros recordes nos GP’s do México, Brasil e Abu Dhabi, e planejar a busca pelo tetracampeonato em 2016.

26 outubro/2015
Por: admin

No início da temporada 2015 a torcida do Botafogo não acreditava em acesso do clube este ano. Torcedor dizia que o elenco e comando eram fracos demais para suportar a pressão na Série-B, e que a estrela solitária apenas evitaria maiores decepções, como cair para a Série-C.

Após 32 rodadas a situação é outra, a euforia tomou conta da torcida do Botafogo. Chegar a Série-A já é quase uma realidade para o Botafogo, que faz uma espécie de contagem regressiva para que o time volte à elite do futebol nacional na próxima temporada.

Calculadora na mão, as contas não param para saber em que momento o clube de General Severiano vai “subir”. Um exemplo é a partida contra o Bahia. Com o fechamento dos resultados da 32ª rodada, onde o Botafogo bateu o Náutico por 4 a 1, segundo o matemático Tristão Garcia, o Alvinegro precisará de uma complicada combinação de resultados para o retorno a Série-A ocorra na 33ª rodada, o que representa, segundo ele, uma probabilidade de menos de 1%. Veja a “engenharia”:

Para garantir a vaga na Série A diante do Bahia, o Botafogo, além de vencer a partida, teria de torcer para que Sampaio Corrêa, Santa Cruz, Paysandu e Náutico percam suas partidas. Além disso, precisaria torcer para que Bragantino e Luverdense não vençam. Impossível? Não, mas muito improvável, afinal há coisas que só acontecem com o Botafogo.

Quando o assunto é a chance de título, a situação é diferente. Os números do Botafogo continuam muito favoráveis. De acordo com Tristão Garcia, a chance de título do Botafogo é de 88%. Acesso antecipado, título ou não, uma coisa é certa: o Botafogo estará na Série-A em 2016. Ou não?

23 outubro/2015
Por: admin

Faltam poucas rodadas.6 ao todo.3 jogos fora e 3 em casa.Com 54 pontos ganhos,há 5 do quinto colocado – Payssandú,o torcedor doBahia conta “as horas” para voltar a elite do futebol brasileiro.Agora sob a batuta de Charles Fabian,o tricolor da “boa terra” emendou duas vitórias consecutivas,subiu na tabela,voltou ao tão desejado G-4 e sua fanática torcida vê cada vez mais próxima a possibilidade de retornar a Série A.Claro que por se tratar de futebol,esporte onde tudo pode acontecer,não me atrevo a dizer que a vaga já é do Bahia,mas não dá para negar que ela está bem perto,talvez como nunca esteve.Bastam pelos cálculos dos matemáticos de plantão,10 pontos conquistados em 18 a se jogar para que o passaporte seja carimbado.Ao que tudo indica,dia 28/11 dentro da famosa Fonte Nova,contra o Atlético Goianiense a torcida tricolor poderá gritar “voltamos a Série A”.É tudo uma questão de manter o ritmo e claro,conter a euforia antecipada para que não ocorram “surpresas”.

Sobre o Blog

Aqui você acompanha tudo o que acontece no mundo do futebol. Tudo sobre os clubes, os campeonatos brasileiros e internacionais, os artilheiros e a seleção.

Rua Guadalajara, 403 - Centro | Barreiras-Bahia
© Copyright 2013 RB - Rádio Barreiras | Todos os direitos reservados